hisham hm

Micro-retrospectiva 2013

Da minha humilde meta de ler 12 livros por ano, esse ano consegui 7. As notícias boas são que é o melhor resultado dos últimos 3 anos, e que li pelo menos um livro em cada uma das quatro línguas que eu tento ler. (Além disso, tenho conseguido manter a média de ao menos uma HQ por ano). Aqui a lista atualizada.

en_US Coding places: software practice in a South American city - Yuri Takhteyev
fr_FR L’Étranger - Albert Camus
es_AR Ficciones - Jorge Luis Borges
pt_BR O crepúsculo dos ídolos, ou Como filosofar com o martelo - Friedrich Nietzsche
pt_BR Notas do subsolo - Fiódor Dostoiévski
pt_BR Toda poesia - Paulo Leminski
en_US The mythical man-month - Frederick Brooks

Esse foi um ano em que eu praticamente não encostei em instrumentos musicais (dos 365 dias não devo ter encostado em instrumentos mais do que… 20 dias?), o que significa que eu devo estar tecnicamente pior em todos eles. Não passou em branco, porém. A produção concluída do ano foi uma música, “Little Crystal“:

Pra completar a parte cultural, em termos de viagens o ano foi fantástico. Uruguai, Rússia, França, Suíça, Portugal. Praticamente terminei de “pintar” a Europa ocidental no mapa, salvo parte da Escandinávia e alguns micro-países.

O ano acadêmico foi ótimo, ótimo: paper publicado no SBLP, qualificação do doutorado, palestra no RIT em Moscou, Lua Workshop, e cadeiras de Prog II e Linguagens Formais na PUC. Algumas dessas coisas eram planejadas, outras foram oportunidades que superaram todas as expectativas.

Feliz ano novo!!!