hisham hm

O ruído de fundo constante na mente

Uma observação interessante. Nessa Copa do Mundo, como eu estou assistindo a tantos jogos seguidos na Globo, um efeito colateral é que fazia muito tempo que eu não assistia tantos comerciais, e tantas vezes os mesmos comerciais. Cada comercial individualmente nem me irrita, e vários são até divertidos, mas perceber essa repetição constante, com os jingles e slogans ecoando na cabeça, é bem desconfortável.

Fiquei pensando agora em quem assiste, por exemplo, novela ou o mesmo telejornal todo dia, seis vezes por semana… assistindo aos mesmos comerciais. Só agora que eu me desacostumei a ver comerciais, eu pego a dimensão do ruído de fundo constante na mente.

Quando eu vejo alguém usando a internet num computador sem ad-blocker instalado, eu tenho o mesmo choque. As pessoas são aparentemente “anestesiadas” a ver sites carregados de propagandas. Quando eu aponto pra elas e recomendo ad-blocker, elas dizem que “nem reparam” ou que “não incomoda”. Mas eu pessoalmente duvido que isso não tenha efeito (ou então uma empresa como o Google não seria multibilionária apenas na base de propagandas, como é).

Fico feliz por mim, por me dar conta que eu consegui achar uma maneira de viver livre de algumas dessas fontes de ruído mental, mas triste sempre que relembro que esse ruído é tão disseminado.