hisham hm

Cool talk: StackOverflow.com and building an online community

Following @gbedin’s suggestion, I will try to post here links to cool talks I watch and often tell him about, so the links can remain on a more “permanent” place than Twitter.

In this talk, Joel Spolsky describes some practical aspects related to community-building that went into the design of StackOverflow.com.


Segurança, privacidade, conveniência: guia do Hisham para turbinar seu Firefox

Ok, então você foi no site do Firefox e baixou e instalou a versão 4. Parabéns. :) Mas ainda tem coisas que você pode fazer para melhorar e muito a sua experiência na web. O Firefox dispõe de zilhões de add-ons e alguns deles tornam o browser ordens de magnitude melhor. Já estou tão acostumado com eles que navegar num browser sem eles é pra mim uma experiência altamente esquisita. Banners em todo lugar, lentidão por causa de propagandas feitas em Flash, navegação ineficiente… sem falar na falta de privacidade! Use um browser desprotegido e você vai ver que em pouco tempo parece que as propagandas lhe conhecem mais que os seus melhores amigos.

Sem mais delongas, vamos aos add-ons! Vou listá-los em ordem de “importância” (primeiro segurança, depois privacidade, depois conveniência :) ).

HTTPS Everywhere: protegendo suas contas

Conectar-se em sites como GMail, Facebook e cia. através de redes wireless desprotegidas ou ambientes não confiáveis como LAN Houses sempre foi relativamente perigoso, mas atualmente surgiram ferramentas que facilitam muito o trabalho dos idiotas que invadem contas das pessoas. A solução para isso é utilizar os protocolos seguros que esses sites disponibilizam (mas que por motivos bizarros ainda não são o default). Assim como ferramentas sacanas facilitam o trabalho dos invasores, esse add-on facilita o trabalho de nós que queremos nos proteger: instale-o no seu Firefox e o browser vai automaticamente escolher as versões seguras de um número de sites, incluindo GMail, Facebook, Twitter e Wikipedia.

Instalar HTTPS Everywhere: siga o link e clique no botão azul. Você deverá confirmar que confia no site eff.org — pode confiar, é a Electronic Frontier Foundation, uma organização dedicada a proteger os direitos e segurança dos usuários na internet.

Adblock Plus: livrando-se das propagandas

Esse aqui é o que faz a diferença mais óbvia em como você percebe a web. Ele some com praticamente todas as propagandas dos sites, o que os torna menos poluídos, mais legíveis e mais rápidos de carregar. Além disso, ele melhora sua privacidade pois muitos servidores de propagandas cruzam os dados dos IPs que acessam diferentes sites que são clientes deles, construindo assim um perfil dos usuários.

Instalar Adblock Plus: siga o link e clique no botão verde (”Add to firefox”).

Beef Taco: evitando os espiões

Grandes redes de serviço de propaganda, incluindo aí Google, Yahoo e Microsoft, começaram a, digamos, “observar” o comportamento dos usuários na web para gerar propagandas direcionadas (mais informações aqui e aqui). Como isso é uma forma delicada de descrever espionagem, muita gente se alarmou e as empresas, para evitar problemas legais, passaram a oferecer maneiras de desativar essa espionagem. E claro que elas não alardeiam muito essas maneiras, mas esse add-on para o Firefox faz todo o trabalho para nós e nos imuniza em relação a mais de 100 redes de propaganda direcionada.

Instalar Beef Taco: siga o link e clique no botão verde (”Add to firefox”).

FastestFox: ensinando novos truques ao browser

Finalmente um na lista para adicionar recursos divertidos e não apenas para nos proteger das chateações da internet. O FastestFox é um add-on com um zilhão de recursos, tanto que após instalá-lo o que eu faço é ir em Tools → Add-ons, clico no botão “Preferences” do FastestFox e ativo umas coisas e desativo outras. Vou listar como eu uso ele:

Eu desativo todas as opções das outras abas pois eu achei elas meio pesadas ou desnecessárias. Mas experimente, talvez você goste:

Instalar FastestFox: siga o link e clique no botão verde (”Add to firefox”).

Nuke Anything Enhanced: tirando lixo das páginas

Esse é outro add-on que eu gostaria de não precisar ter, mas que é bom ter à mão para as emergências: sabe quando você encontra aquela página mal projetada, onde no seu browser as coisas aparecem umas por cima das outras e você não consegue ler um texto ou mesmo acessar um link? Pois é, com esse add-on você pode selecionar, no menu do botão direito, a opção “Remove this object” e sumir com o que estiver atrapalhando na página.

Muitas vezes ele salva o dia desfazendo o trabalho mal-feito de webdesigners que em pleno 2011 acham que somente o Internet Explorer existe. Caso real: graças a esse add-on eu consegui fazer o site do programa de milhagem Smiles funcionar no Firefox! O site simplesmente botava quatro(!) camadas invisíveis que impediam meu acesso para clicar em qualquer coisa.

Para remover imagens “permanentemente” (isto é, toda vez que você visite a página no seu browser), use a opção “Block image” do Adblock Plus. Mas o Nuke Anything Enhanced é um belo quebra-galho para “consertos temporários”: uma utilidade dele é tirar coisas desnecessárias das páginas na hora de imprimi-las.

Instalar Nuke Anything Enhanced: siga o link e clique no botão verde (”Add to firefox”).


Bônus: um visual simples e elegante

Você pode “mudar a cara” da barra superior do Firefox trocando o tema visual, chamado no Firefox de “persona”. A minha “persona” preferida para o Firefox é a “Default-Fox”: é extremamente simples, de modo a não ser chamativa nem distrair visualmente e o logo grande segue a longa tradição do logotipo à direita nos browsers, mas com um visual mais moderno.

Instalar Default-Fox: siga o link e clique no botão laranja (”Wear this persona”).


Setting up Rootless GoboLinux in a VPS running Ubuntu

These are some steps usually I follow to make myself comfortable when I have to work with Debian-based distributions. The exact commands were written for Ubuntu 10.10, and they assume you have powers to run “sudo”. Most of this should be possible as well if you don’t, but the order of things switch around a bit (eg, you’d have to install ZSH using Compile). Steps 1-4 describe a minimal set. The remaining steps relate to some of my preferences.

Step 1: Download the Rootless Installer

wget http://svn.gobolinux.org/tools/trunk/Scripts/bin/CreateRootlessEnvironment

Step 2: Run it

chmod +x CreateRootlessEnvironment
./CreateRootlessEnvironment

Answer “y” when asked to recompile binaries; answer “u” (use new) when asked about settings files. Answer “y” when asked about adding the Rootless launcher to your profile files (bash_profile, zshrc, and so on).

Step 3: Switch to ZSH

You may need to install zsh first in the host system:

sudo apt-get install zsh

Now you can switch:

chsh -s /bin/zsh
echo "prompt lode cyan" >> ~/.zshrc

It’s easiest to just log out and back in to make sure your environment variables are sane.

Step 4: Fix some settings

The current version of Scripts refers to outdated mirror URLs. Edit ~/Programs/Scripts/Settings/Scripts/GetAvailable.conf and replace all references to “kundor.org/gobo/” with “gobolinux.org/”:

sed -i 's,kundor.org/gobo,gobolinux.org/,g' ~/Programs/Scripts/Settings/Scripts/GetAvailable.conf

Step 5: Install Compile

InstallPackage Compile

Choose “sa” to skip all dependencies. Your host system already has everything that’s needed.

Step 6: Install Mtail

Mtail gives us nice colorized outputs for a number of scripts.

Compile mtail

Step 6: Install Dit

Dit is my text editor.

You may need to install Subversion, Autoconf and Lua first in the host system:

sudo apt-get install subversion autoconf liblua5.1-dev lua5.1

(It should be possible to install these packages and all its dependencies in your home using Compile, but if you can, it’s easier to simply install it in the host system.)

Now let’s build Dit. Since Debian packages use a nonstandard suffix for the Lua libraries, we need to pass an extra option during build.

Compile dit --configure-options --with-lua-suffix=5.1

Again, use “sa” to skip all dependencies it may ask for.